quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Samurais do antigo Japão eram “cristãos ocultos”, indica estudo

Samurais do antigo Japão eram “cristãos ocultos”, indica estudo
Centenas de samurais japoneses do século 16 podem ter sido “cristãos secretos”, que decidiram desobedecer as proibições do xogum Toyotomi Hideyoshi. É o que revela uma extensa pesquisa no acervo do museu Miki Sawada Kinenkan, na cidade de Kanagawa, Japão.
Em 1596, os famosos guerreiros do Japão feudal foram proibidos de seguir a religião “estrangeira”, trazida por missionários portugueses. Hideyoshi introduziu medidas anticristãs na ilha e perseguiu seus praticantes. Os missionários europeus foram expulsos e milhares de cristãos japoneses, torturados e mortos.
O levantamento que está sendo realizado por especialistas no acervo das 367 espadas de samurais do museu iniciou em novembro do ano passado. Muitas das bainhas possuem “códigos secretos”, que dão pistas de algo que eles desejavam esconder.
Centenas de samurais japoneses do século 16 podem ter sido “cristãos secretos”, que decidiram desobedecer as proibições do xogum Toyotomi Hideyoshi. É o que revela uma extensa pesquisa no acervo do museu Miki Sawada Kinenkan, na cidade de Kanagawa, Japão.
Em 1596, os famosos guerreiros do Japão feudal foram proibidos de seguir a religião “estrangeira”, trazida por missionários portugueses. Hideyoshi introduziu medidas anticristãs na ilha e perseguiu seus praticantes. Os missionários europeus foram expulsos e milhares de cristãos japoneses, torturados e mortos.
O levantamento que está sendo realizado por especialistas no acervo das 367 espadas de samurais do museu iniciou em novembro do ano passado. Muitas das bainhas possuem “códigos secretos”, que dão pistas de algo que eles desejavam esconder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...