sábado, 6 de junho de 2015

Por que não vou boicotar nada?

Me perguntaram sobre boicotar determinada empresa de cosméticos de acordo com a sugestão de um renomado pastor após esta ter produzido um comercial de TV onde se via casais de namorados gays se encontrando.
Confesso que não posso fazê-lo, não porque seja consumidor ferrenho de tais produtos, ou militante da causa gay, muito pelo contrário, mas é que Jesus me ensinou a tolerância, a sentar com os pecadores dando-lhes assim a possibilidade de verem em mim alguma esperança.
Eu quero que as pessoas vejam em mim um abrigo, um socorro, não quero que me tenham como inimigo, como Jesus ensinou, eu estou no mundo para fazer amigos, e que estes possam conhecer meu grande e melhor amigo, Jesus.
Quero a proximidade de todos os pecadores, gays e heteros, bêbados e abstêmios, drogados e caretas, prostitutas e senhoras de família, religiosos de todas as religiões, felizes e infelizes, pobres e abastados, carentes e bem amados, crentes e descrentes, gente de igreja e gente que foge dela.
Enfim, sou discípulo de Jesus, quero oferecer vida, não estou em guerra contra ninguém, minha luta não é “contra a carne nem contra o sangue”. Quero que a mensagem do Mestre se cumpra em mim “Quem tem sede venha”, que eu possa ser instrumento dele para levar todos a fonte de água viva.
Antes de ver o pecado e um pecador eu vejo uma vida necessitada de graça e misericórdia. Me chamem de tolo, parafraseando John Lennon “Talvez eu não seja o único”.
Quanto à influência para a nossa sociedade, e em particular para as nossas crianças, de determinados comportamentos propagados pela mídia, isso sempre haverá para o bem ou para o mal, por isso Jesus nos conclamou a sermos Sal da terra e Luz do mundo, ou seja, também podemos influenciar crendo sempre que “Maior é o que está em nós do que aquilo que está no mundo”.
E essa história de que querem massificar uma ideia para que ela se torne normal, meus irmãos paciência, o pecado só será normal para quem não conhece a Palavra de Deus.
Para estes o divórcio, a desonestidade, a mentira, o egoísmo, o desrespeito aos pais e as autoridades governamentais, são vistos como normais e nem precisam ser massificados pela mídia para convencê-los disso, porque faz parte da natureza caída do ser humano.
Nós que cremos na Palavra de Deus sabemos o que é certo e nunca seremos convencidos do contrário, o Espírito Santo é quem nos convence do pecado, da justiça e do juízo e não o que nos for imposto pela sociedade corrompida e mergulhada no pecado.

João Eduardo Cruz

Pastor da Primeira Igreja Batista em Planalto Caucaia - Ceará. Professor. Teólogo; Autor dos livros "Como o nascer do sol"(Editora Premius), "Onde está Deus? - Crendo em Deus em um mundo descrente"(Abba Press), "Sentindo a Vida" (Editora Reflexão), "O que as crianças nos ensinam sobre Deus (Garimpo) e "Jesus e os descaminhos da Igreja" (Garimpo).
gospelprime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...