sábado, 10 de janeiro de 2015

Após 16 anos, a Banda Azul está de volta com nova formação


Foram apenas oito anos carreira, de 1986 a 1994. Mas tempo suficiente para mudar a cara da música cristã brasileira. O Brasil vivia uma época de transição em todos os sentidos. E na música cristã não foi diferente.
A nova geração teve de “brigar” para mostrar que adorar a Deus ia além de modelo de roupas, comprimento de cabelos e estilos musicais. E o velho e bom rock começou a entrar nas igrejas, trazendo consigo a “barulhenta” bateria.
Como muitas portas se fecharam diante desses jovens, eles acabaram aportando muitas vezes em espaços alternativos, desagradando a ala conservadora. E essa mudança veio principalmente da cabeça de um jovem capixaba – Janires Magalhaes Manso (vocal) e seus amigos, Eduardo Costa (Dudu Batera) Eduardo Santos (Du Guita), Moisés di Souza (baixo) e Guilherme Praxedes (teclados), fundadores da Banda Azul.
Janires
Agora, com novo vocalista, o também capixaba Ezequias Filho e o “sangue novo” de Edu Matheus (18 anos), filho de Du Guita, violão e guitarra, e Nehemias Dogma (20 anos), baixo, a banda retorna às atividades depois de um hiato de 16 anos. Nesse período o grupo fez aparições esporádicas. Da formação original permanecem Dudu Batera e Du Guita. Moisés di Souza e Guilherme Praxedes hoje desenvolvem outros ministérios e Janires Manso já está com o Senhor.
O grupo está preparando um CD e em breve lançará uma faixa “Perfeito Amor”, com a participação de Nívea Soares, irmã de Dudu Batera. Para ele, recomeçar é um grande desafio: “Tudo mudou, o mundo mudou, a música mudou. O conceito de bom e ruim também mudou. Cabe a nós nos manter atualizados e prezar pela nossa qualidade de sempre”.
Quanto ao repertório, Du Guita diz: “Queremos regravar algumas das antigas músicas para a nova geração conhecê-las. O som será o bom e velho rock´n roll mas incluindo algumas modernidades”. E adianta que a cara da banda vai mudar um pouco graças aos novos integrantes. “Essa junção com a nova geração certamente trará uma proposta nova. Queremos mesclar o melhor das duas gerações”, completa.
E assim, só resta esperar para ver o que está reservado para o futuro da Banda Azul e para as pessoas que já conhecem ou não a sua música. 
Bem-vinda, Banda Azul!
amngospel.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...