sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

A geração dos filhos da sanguessuga gospel

Não nasci em lar evangélico, na verdade meu lar estava muito longe disso, mas conheci a fé, recebi a salvação e abracei a Cristo. Eu tinha por volta de 15 anos quando comecei a me envolver no ministério da Igreja da qual fazia parte. Foi nesse mesmo tempo que ouvi uma frase que se tornou uma grande força motivadora de meu ministério: SOMOS A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS! OS GUERREIROS DA ULTIMA HORA! Quando eu ouvi essa frase em uma reunião com a secretaria de missões meu coração simplesmente explodiu! Que grande honra servir a Deus nos últimos momentos da Igreja aqui na terra.
Que privilegio poder alcançar as almas dos perdidos e resgata-las para Deus em um momento em que a Igreja está prestes a ser arrebatada. O tempo foi passando e os guerreiros da ultima hora parecem ter perdido seu foco, pois quando a colheita tinha sido iniciada tudo mudou e foi anunciada a “nova” geração, com uma “nova unção”. dessa vez a GERAÇÃO QUE DANÇA! E um grande moimento foi construído em volta disso, danças, coreografias das clássicas as mais extravagantes e algumas que vão de chocantes a insinuantes. Então não demorou muito e todos os tipos de danças foram sendo inseridas, fank, samba, dance music, forró, axé, e por fim vimos até mesmo o famoso Harlem Shake. Depois disso veio a GERAÇÃO QUE ADORA com suas performance extravagantes com três minutos ou menos de letras e cinco a oito minutos de gritos gemidos e sons os mais estranhos. Nasceram então as demais gerações, a geração da santidade, geração de profetas, geração apostólica, e tantas outras. A ultima do momento é a GERAÇÃO TOP! Esse envolve ser prospero, ter riquezas, se tornar crentes de elite com mega Igrejas com seus pastores, bispos, apóstolos, pai-póstolos etc.
Não podemos negar que houve um grande e valioso crescimento da Igreja no passar dessas gerações. Também percebemos que com o amadurecimento desses ministérios alguns se tornaram sólido e benéfico para a Igreja atual. Contudo meu foco não é falar sobre esses ministérios nem mesmo terce um estudo sobre essas gerações. O que quero é na verdade chamar a atenção para uma “geração” que está em todas essas outras e que nesse momento da Igreja na terra tem mostrado suas garras, ou melhor, os seus dentes. Ela não é nova, pelo contrario é bem antiga e vem mostrando sua cara em toda a historia. Salomão é um dos primeiros na bíblia a observa essa geração e a forma como ela vem agindo.
“Há uma geração que amaldiçoa a seu pai, e que não bendiz a sua mãe.
Há uma geração que é pura aos seus próprios olhos, mas que nunca foi lavada da sua imundícia. Há uma geração cujos olhos são altivos, e as suas pálpebras são sempre levantadas. Há uma geração cujos dentes são espadas, e cujas queixadas são facas, para consumirem da terra os aflitos, e os necessitados dentre os homens. A sanguessuga tem duas filhas: Dá e Dá. Estas três coisas nunca se fartam; e com a quarta, nunca dizem: Basta!” (Provérbios 30:10-15).

Definitivamente existem pessoas com a síndrome da sanguessuga entre o povo de Deus. Essas pessoas são fáceis de serem identificadas entre nós. É só dá uma boa e minuciosa olhada para a Igreja militante, o corpo de Cristo aqui na terra e você encontrará as tais sanguessugas. Notem que eu me referi a Igreja militante. A igreja é militante enquanto estiver na terra; a que está nos céus é triunfante. Por isso, não está fora de ordem dizer, quando alguém morre no Senhor, que passou da igreja militante para a igreja triunfante. Na militante ainda estamos em uma guerra contra a carne, o sistema maligno que governa o mundo e contra o inferno. Os salvos em Jesus que fazem parte da Igreja triunfante não sofre mais pressão de nenhum desses inimigos.
A igreja militante tem seus problemas e suas guerras para vencer, guerras externas e infelizmente internas. Somos o único exercito na terra que luta entre si mesmo estando debaixo da mesma bandeira. O próprio senhor Jesus disse que nem mesmo Satanás e seus demónios comete o erro de se levantar para lutarem entre si porque isso significaria o fim do seu reino.
"(Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá) E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?" (Mateus 12 : 25).
Quando eu digo que um olhar minucioso no corpo de Cristo que é a Igreja podem revelar as sanguessugas é porque as tais apesar de estarem no corpo não fazem parte do corpo, elas são parasitas presas no corpo. Elas se alimentam do corpo, se nutrem do corpo, se fortalecem extraindo do corpo a força vital, ou seja: elas minam o corpo. Isso pode parecer um pouco ofensivo mais sei que você vai concorda comigo se continuar lendo esse artigo. Pense um pouco, como podemos identificar essas sanguessugas? O Apóstolo Paulo nos ensina como identifica-las.
“Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; ... seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor”. (Efésios 04:12 a 16).

Aqui está a resposta! Paulo afirma de maneira categórica que os membros do corpo acrescentam ao corpo tudo que o corpo precisa para aumentar, para crescer e para ter saúde. Os parasitas causam o contrario. Eles minam o corpo, destroem o corpo. Eles se alimentam do corpo até sugar toda força vital do mesmo e quando se cansam ou o corpo padece, eles simplesmente procuram uma nova “vitima” para sugar sua força vital, e assim elas migram de igreja em igreja, de congregação em congregação.
As sanguessugas são parasitas que se alimentam de sangue. Elas têm uma mucosa bucal, equipada com dentes que usa para cortar a pele de suas vítimas. Suas glândulas salivares secretam substâncias anticoagulantes (hirundina) para prolongar a hemorragia, vasos dilatadoras e um anestésico local para evitar que a sua vitima perceba sua presença.

É assim que os que sofrem da síndrome da sanguessuga agem na Igreja. Eles se prendem ao corpo e sugam, eles dizem:
- Pregue pra mim, se a sua mensagem não me satisfazer vou falar mal de você!
- Cante pra mim, mais cante com o tom e afinação certa, uma musica da minha cantora preferida ou saiu desse culto dizendo que sua voz é horrível e seu repertório uma obra do demónio!
- Exalte-me todas as vezes que você puder diante de todos.
- Me visite, mesmo quando eu não tiver nenhuma necessidade porque todos precisam perceber que eu sou alguém necessário e importante!
- Fale como eu sou especial e ore por mim sempre que for orar.
- Fale nos cultos e reuniões só o que eu quero ouvir, e não ouse me desafiar a contribuir com essa obra ou eu vou lhe taxar de mercenário!

A sanguessuga se recusará a contribuir com o crescimento do corpo. Ela não contribui com seu trabalho e com sua dedicação e nem mesmo com contribuições financeiras. A sanguessuga não dá nada, ela apenas absorve. A única coisa que ela dá ao corpo é para seu próprio beneficio, ou seja, ela administra no corpo pequenas quantidades de anestésicos para que ela passe despercebida pelos membros do corpo. Elas querem passar ao corpo a sensação de que tudo está bem e que não a nada de errado, enquanto sorrateiramente ela mina o corpo e se alimenta de sua força vital sem promover o crescimento real e efetivo do corpo.
Não é atoa que Salomão diz que as duas filhas da sanguessuga é dá, dá. Numa tradução mais nossa aqui do nordeste seria assim: A sanguessuga tem duas filhas: a primeira se chama me dá e a segunda, me dá, me dá!
Esse é o retrato de gente que só sabe pedir. Gente insaciável, gente injusta, gente do mal. Lembro-me agora de um pastor muito querido por mim e que já tem mais de cinquenta anos de ministério. Ele me relatou certa vez que a uns vinte anos atrás na igreja que ele pastoreava havia um senhor idoso com muitos anos de crente que durante toda a sua vida nos culto de oração repetia sempre a mesma frase quando estava de joelho, ele dizia: “Senhor! Meu nome é José Alencar, então me dá, me dá, me da!”
Há determinados tipos de sanguessugas que evoluíram a tal ponto que apenas o sangue não as satisfazerem, essas se tornaram carnívoras! Estas além de tomarem sangue como suco no café da manhã têm como parte do cardápio lesmas, outras minhocas, larvas etc.
“A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça [...] porquanto tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato [...] Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração” (Romanos 1.18, 21, 24).
Você não conseguiu ainda perceber o porquê de tantas mensagens destorcidas e longe de terem fundamentos bíblicos são pregadas hoje em dia? Porque os nossos cultos que deveriam ser de pura adoração e devoção ao criador estão se tornando cultos do “homem” para o homem? O porquê de tantas mensagens pregadas e cantadas que se centralizam no homem ou em Deus servindo ao homem? O que mais se ouve atualmente são mensagens que prometem “bênçãos”, “restituição”, “você tem direito”, e pregadores inflamados gritam: ou Deus te abençoa hoje ou Ele não é Deus!
Canções bem elaboradas são criadas para certificar a você que não importa o estado que você esteja você vai se tornar um vencedor, vai atravessar o mar, vai sair do deserto, vai sair da fornalha, vai ficar rico e se apresentar no palco onde ainda vai ter a chance de sorrir da cara de quem não te ajudou. Onde está à adoração em letras como essas? Tudo se centraliza no homem e quando Deus é vagamente citado é visto apenas como um génio da lâmpada que vai realizar sonhos e desejos.
Até mesmo quando nos referimos aos nossos cultos dizemos: Vou a Igreja receber minha bênção, meu milagre, minha vitória, minha cura etc. A igreja é um lugar onde se recebe todas essas coisas, mais ela não foi criada para ser um supermercado onde encontramos e levamos de graça essas coisas em suas prateleiras. A igreja de Jesus é antes de qualquer coisa um lugar de entrega! Chamamos nossas reuniões de culto, e cultuar não é e nunca será receber, cultuar é dá! É oferecer a Deus o nosso louvor, nossa gratidão, nossas mãos para o serviço etc. não use o “receber” como motivação para ir aos cultos, porque Deus também espera receber, e o nosso receber também depende muito do que oferecemos a Deus no culto.
Muitos falam de cultos como lugares mágicos e fonte de desejos e realizações de sonhos. Mostram que você sempre vai vencer independente do que você faça ou tenha se tornado, como se Deus só existisse para isso. Ninguém diz que Deus não pode abençoar o pecado ou a injustiça dos homens. Não existem dedos proféticos denunciando pecado e apontando para o altar do concerto e restauração.
Pior ainda do que encontrar sanguessugas pressas no corpo entre os membros da igreja de Jesus é constatar que muitas desses terríveis parasitas já habitam os púlpitos de nossas Igrejas. São lideres que comercializam fé, unção e milagres. Gente gananciosa que não se dar por satisfeito enquanto não suga de seus liderados a ultima força ou o ultimo centavo. Os cultos que deveriam ser palco de adoração, se transformam em um palco de extorsão em nome de um fé que não tem seus fundamentos na doutrina bíblica. E o que deveria ser uma noite de louvor se torna um assalto coletivo com direito a terríveis maldições para quem não “contribuir voluntariamente”. È claro que Deus quer nos fazer muito mais que vencedores, mais existem princípios de obediência, santidade e consagração para tais coisas acontecerem.
“Há uma geração que é pura aos seus próprios olhos, mas que nunca foi lavada da sua imundícia”. (Provérbios 30:12).
Onde não existe confronto não há mudanças. Se você sofre da síndrome da sanguessuga e suas ações no corpo de Cristo estão mais centradas no me dá, me dá, liberte-se imediatamente desse maligno pensamento e torne-se parte abençoada e abençoadora do corpo de Cristo!
Naquele que nos chamou para ser membros saudáveis do seu corpo místico.
Oséas Pontes, servo de Deus e vosso.
fiel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...