quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Pedro Cassimiro, A CRISE

Quanta dor, quanta amargura
Está invadindo os corações,
Muitos não estão suportando
Os apertos dos cinturões,
Veja o motivo de tudo isto
Meu amigo  cidadão
É a valorização do dólar,
Fazendo com que o real caia
Com a cara no chão
E a situação vai piorando,
Sem ter quem dê solução.

O Presidente bem mansinho
Com seu bom linguajar,
Vem driblando a todos
Os que não param pra pensar
E a inflação vai subindo
E não é bem devagar!
E estes cento e trinta e seis reais
O que é que dar pra comprar?
Só para pagar a luz, e olhe lá
E comprar um pouco de sal,
E um pedaço de sabão
Para as roupas sujas lavar.


O primeiro Presidente
Que pediu ajuda total,
Foi  o Presidente Figueiredo
Em discurso especial,
Pedindo a toda a Nação
Para os cintos apertar,
E os outros acharam bom
Quiseram a ele imitar,
Para abaixar a inflação,
E o Brasil melhorar
Só que com o aperto dos cintos
A fome veio aumentar,
E muitos dos brasileiros
Já no túmulo foi morar,
Tudo por causa da fome
Não puderam suportar.


Caro amigo e irmão,
Só há um meio de escapar
É você olhar pra cima,
Pois tem algo a diversar,
 É a luz de Jesus Cristo
Que quer em você brilhar
E lhe trazendo esperança
E dando pra você suportar,
É ter sempre a garantia
Que O Nosso Deus quer lhe dar,
Nosso Soberano Deus é Paz,
E jamais vai falhar
Pois vos promete conforto,
Deveis Nele confiar
Sua palavra confirma,
Nunca queira duvidar
Pois é Ele mesmo que diz
Que mesmo em tempo da fome,
O pão nunca vai faltar
É somente em Jesus crer,
E como Salvador aceitar.

AMÉM.


Presbítero Pedro Cassemiro da Silva.
6ª IEC Vale da Bênção Boa Vista II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...