domingo, 16 de novembro de 2014

Banda Gênesis, como tudo começou

No início dos anos 90, embora nem todos fossem da mesma igreja, antes de pensarem em formar a banda alguns jovens do Gênesis participaram do coral Louvores que Libertam da Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção Central, época em que já tinha na cidade o grupo Luz e Sal em atuação.


Júnior, Flávio e Davi, todos irmãos, chamaram o Marquinhos do Vale para ensaiar e formar um grupo que pudesse atuar na edificação da igreja. A estréia da banda foi num dos cultos da mocidade, num sábado à noite. A banda não tinha o próprio instrumento e tocar na igreja facilitou pois os equipamentos era da mesma. Depois, veio o André se juntar a este ministério.

"Éramos obreiros da Universal e nos sábados à noite, quando saíamos da igreja, íamos ver a Banda Nabhi tocar embaixo da Prefeitura e isso começou a despertar a gente," conta Júnior, baixista que liderou o grupo na maior parte do tempo. 

Aos poucos a banda foi amadurecendo e caindo na graça do público, saindo para participar de intercâmbios em outras igrejas, em eventos, congressos, acampamentos, cultos ao ar livre, etc.
Eventos como Cantinho da Paz (Campina Grande - PB), os Congressos de âmbito regional e nacional do DEMEC (um deles em Aracaju - SE) e para acompanhar esta nova demanda de apresentações foi convocado o guitarrista Marcelo Máximo.

Os grupos que estavam em evidência na época no cenário nacional e que passaram a ter suas músicas repercutidas no Gênesis eram Catedral e Novo Som e, quando se apresentavam em Caruaru, os meninos do Gênesis aproveitavam para conhecer melhor, foi nesta época que os grupos de Caruaru se juntaram para promover a vinda da Banda Rebanhão. O memorável show foi no Clube Intermunicipal.

E mais foi concedendo o Senhor ao Gênesis, pois vieram apresentações em Bezerros, Gravatá, Belo Jardim, Jataúba e participando de outros eventos com cantores e grupos de renome, como Danny Barrios, Marcos Góes e vários outros.
Já desceram a avenida central da cidade num trio elétrico em um dos Dia da Bíblia.

OS TRÊS IRMÃOS 

Um dado curioso é que na base da banda sempre permaneceram três irmãos Júnior, Fávio e Davi (fotos), este último começ 

Foram várias formação que o grupo já teve, confira:



Davi, ainda criança, foi
estimulado a tocar,
cresceu e se tornou um
profissional reconhecido.
Teclado: Flávio
Baixo: Júnior
Bateria: Davi, André e Gustavo
Guitarra: Marcelo, Joãozinho e André (Bel)
Sax: Marcos
Vocais: Marquinhos do Vale, Céia, Ana Cristina, Ana Paula, Veronéia e Evani.

VOCAL FEMININO





A banda Gênesis já teve em seus componentes vozes femininas, foi num período em que o grupo buscou se aperfeiçoar musicalmente e os meninos queriam estudar conservatório, aí receberam o apoio de outra igreja Vale da Bênção para conseguir viajar e estudar, diante disso ajudariam na ministração de louvor. Foi nesse período que também fizeram oficina de expressão corporal com o ator Nelson Lima.

O grupo voltou a se dedicar mais a igreja local para edificar, entraram Veronéia, Cristina, Evani e Ana Paula.
Marquinhos não acompanhou na mudança e deixou a banda, ficando em seu lugar outro vocalista.

Depois de muitos anos sem tocar juntos, nesta fase preparatória do I Encontrão
os meninos se reencontraram (confira aqui).

Acredita-se que pouco depois de 2001 o grupo não tocou mais, os diversos compromissos de cada componentes, casados com família e dificuldades de conciliar agendas levou a isso.

"A gente era feliz e não sabia", conta Júnior em tom saudosista relembrando os momentos vividos, e completa "era bom que tudo voltasse, tudo era muito intenso, havia muito desgaste no nosso tempo, mas mantemos algo que nunca passou o companheirismo e amizade."

O I Encontrão Presentia acontece em dezembro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...