Memorial

PASTOR JOSÉ QUARESMA DE MENDONÇA

O Rev. José Quaresma de Mendonça nasceu no dia 08 de Setembro de 1926, em Esperança - Distrito de Campina Grande-PB. Filho de Inácio Quaresma de Mendonça e Maria Regina de Mendonça. Converteu-se ao evangelho aos 14 anos de idade, indo logo em seguida residir na cidade de Campina Grande, passando a congregar na Igreja Evangélica Congregacional. Em 1943, aos 17 anos, foi convidado por um grupo a participar do culto em uma congregação onde lhe foi facultada a oportunidade. Após a sua palavra, foi feito um apelo convertendo-se 08 pessoas das quais 06 delas foram batizadas pouco tempo depois. Foi então que ele compreendeu o seu chamado para o ministério pastoral. 
Casou-se no dia 25 de Janeiro de 1945, com a jovem Iraci Silva de Mendonça. Eles se conheceram quando faziam parte do coral da igreja “Robert Kalley”. O casal teve cinco filhos, sendo três homens e duas mulheres. Em 1948, com 22 anos, Quaresma recebeu um convite do pastor João Clímaco Ximenes, para ser o seu motorista particular. José Quaresma de Mendonça foi consagrado Presbítero, e em pouco tempo Evangelista. Era respeitado e considerado como pastor. Como evangelista da Missão Evangelizadora do Nordeste, José Quaresma de Mendonça foi enviado aos campos de Ingá, Serra Verde e Juá,
igrejas que pertenciam a Missão. Neste tempo ele passou a morar na cidade de Ingá. 

Logo após, voltou à cidade de Campina Grande, saindo da Missão por algum tempo. Mais uma vez, ele foi convidado pelo pastor João Clímaco Ximenes para retornar à Missão e ser novamente o seu motorista. Quase dois anos depois de ter retornado a Campina Grande-PB, recebeu um convite da Missionária Eshter Blowes, diretora do Instituto Talita, para trabalhar naquele instituto, e aceitou. Chegando ao Recife, começou a trabalhar de dia e estudar à noite no Colégio Americano Batista. Logo após, iniciou o curso de Teologia no Seminário Presbiteriano do Norte, concluindo em 1960 e recebendo o diploma no dia 20 de Janeiro de 1961. Antes de retornar à Campina Grande, para trabalhar como pastor da Missão Evangelizadora do Nordeste, fundou a Igreja Evangélica Congregacional da Macaxeira. Com muita coragem e ousadia, pregava o evangelho. Foi perseguido, mas nunca retrocedeu. Com uma Kombi e um serviço de som ligado, ele levou a Palavra de Boas Novas em lugares difíceis e jamais evangelizados. Trabalhou em Galante, Alagoa Grande, Alagoa Nova, Areia, Natal, Guarabira, Esperança, Patos, Piancó, Marinho, Sousa, Pombal, Taperoá, Sumé, Canoas de Dentro, Sossego, Aroeiras e Santa Luzia, cidades paraibanas, sendo todos trabalhos da Missão Evangelizadora do Nordeste. Em 1963, recebeu o convite para pastorear a Igreja Evangélica Congregacional de Patos, o qual aceitou. 
Foi neste período que surgiu o movimento de Renovação Espiritual, no meio das igrejas congregacionais. Como ele foi um dos pastores que abraçou o movimento, foi excluído do rol de pastores da União de Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil, juntamente com outros seis pastores: Jônatas Ferreira Catão, Isaías Correia dos Santos, Moisés Francisco de Melo, Raul de Souza Costa, João Barbosa de Lucena e Roberto Augusto de Souza. No dia 06 de Junho de 1968, chegou em Caruaru convidado pela Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção e recebeu posse como pastor, no dia 25 de junho 1968. Durante o seu ministério, o pastor Quaresma enfrentou vários desafios. Mas um dos maiores desafios foi o da construção do templo, que se tornou um referência para a cidade de Caruaru. Fundou a Segunda Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção da Vila Kennedy, a Terceira Igreja Evangélica Congregacional no Bairro do Salgado, a Primeira e a Segunda Igreja Evangélica Congregacional de Santa Cruz do Capibaribe. Foi homenageado com o título de Cidadão Caruaruense no dia 25 de Janeiro de 1985, dia em que comemorava as Bodas de Esmeralda. Foi um presente merecido. O seu ministério na Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção findou em Dezembro de 1985, e um culto de despedida foi realizado em Janeiro de 1986. De volta à Campina Grande, foi convidado a pastorear a Igreja Congregacional Ebenézer, sendo empossado no dia 16 de Abril de 1988. Voltou a Pernambuco, e no dia 28 de Fevereiro de 1989, foi empossado como pastor da Primeira Igreja Evangélica Congregacional de Santa Cruz do Capibaribe, ministério que durou quatro anos.
No dia 04 de Setembro de 1993, re-assumiu o pastorado da Segunda Igreja Evangélica Congregacional da Vila Kennedy, e em Maio de 2002 deu início à construção do templo atual. Faleceu no dia 02 de Novembro de 2002, deixando muita saudade por parte de todos aqueles que um dia o conheceu.

Pastor Daniel Tenório.

Fonte: Matéria em homenagem ao Pastor Quaresma da página da 2ª Igreja Congregacional Vale da Bênção no dia dos oficiais.






Pr. José Ferreira 
(saudosa memória) da Assembléia de 
Deus e o na época 
presbítero Ozéias Bispo Lima
hoje Pastor da Igreja Betesda em Caruaru. 

Foto enviada por Cleriston, já foi da Assembléia de Deus e hoje é diácono da VI Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção de Caruaru. 












PRIMEIRA IGREJA EVANGÉLICA
CONGREGACIONAL DE CARUARU 

A Primeira Igreja Evangélica Congregacional de Caruaru, é uma igreja protestante reformada, pioneira no agreste pernambucano, foi fundada em 1898 é considerada patrimônio histórico de Carauru, é filiada a UIECB-União das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil.

Dia 15 de agosto de 1898, o missionário inglês Charles Kingston, pastor da Igreja Evangélica Congregacional Pernambucana no Recife visitou Caruaru para proclamar a mensagem de Cristo. O trabalho missionário sofreu dura perseguição, porém o pastor Kingston continuou orando e trabalhando. Esta semente originou a primeira Igreja Congregacional em Caruaru.A cidade de Caruaru-PE, quando tinha uma média de dois mil moradores, em 1897, recebeu a visita de um obreiro da Help for Brazil, que logo se interessou pela evangelização desta pequena cidade que não tinha nenhuma igreja evangélica e provavelmente nenhum crente como habitante.
O romanismo sempre muito forte na região do Nordeste fez de tudo para expulsar o missionário da região. Arrastaram os móveis do casal Kingston para a rua e puseram fogo, além de agredirem fisicamente a esposa do missionário. Após viverem muita pressão o casal Kingston refugiou-se pela vizinhança e depois transferiram a residência para Vitória de Sto. Antão.
Muitos outros irmãos deram sua energia à propagação do Antigo Evangelho na Região: missionários e missionárias, ingleses, escoceses e pernambucanos. Colportagem e pregação fizeram nascer o trabalho evangélico na região do Agreste pernambucano.
No Brasil, o Rev. Dr. Robert Reid Kalley (foto a baixo à esquerda) foi o pioneiro do Congregacionalismo.
O casal, Charles W. Kingston e Ida Batchelar Kingston, começou o trabalho de evangelização na cidade. Depois de muitas perseguições, o casal foi para o Recife, retornando depois a Caruaru, onde passou mais algum tempo. Em “1899 o casal Kingston retornou a Inglaterra em gozo de férias e permaneceu um ano ali” (CLAYTON, pág. 25, 1998). No mês de Setembro de 1901, os cultos foram reiniciados.
Em 1901 chegou a Caruaru, enviado pela missão Help For Brasil, o missionário Alexandre Teolford, e muitos homens de Deus que deram as suas parcelas de contribuição. Entre eles, o Pr. Pedro Campelo, batizado por Kingston, que era evangelista na época.

O Pr. Pedro Campelo deu “assistência à igreja em Caruaru antes de assumir o pastorado da I.E.P. em 1909” (CLAYTON,1998, pág. 25). Tantos outros que por aqui passaram até que em 1912, o último enviado pela missão Help for Brasil, foi James Howie Haldade.
Um outro nome muito importante foi o de João Clímaco Ximenes, que organizou a Escola Dominical. Haldane foi quem organizou a igreja oficialmente, entre 1920 e 1922. O Pr.Thomas Ducan e o Presbítero Manoel de Souza Andrade, pastorearam a igreja de 1924 a 1932, foram de grande importância para o contexto histórico da igreja.
Outro que jamais será esquecido é o Rev. Willan Bannister Forsyth, que, em assembléia realizada no dia 14 de Fevereiro de 1930, foi aceito como pastor, realizando um excelente trabalho até Maio de 1932, quando foi residir na cidade do Recife.
De 1932 a 1934 foram dois anos de muita indecisão quanto a quem deveria assumir o pastorado da igreja. Em 12 de Agosto de 1934, Júlio Leitão de Melo foi eleito pastor, permanecendo até Janeiro de 1954, quando o seu filho mais moço Edgard Leitão de Albuquerque assumiu o seu lugar.
outros pastores que vieram a pastorear a igreja foram: Júlio Leitão de Melo Neto, Maurílio de Morais, atualmente é pastoreada por Ary Queiroz Júnior.
Da mesma denominação, Congregacional, tem outras igrejas na rua das Flores (Salgado), Rendeiras e Vassoural. Temos também a Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção (confira a lista em Igrejas e Ministérios).
 

OS EMBAIXADORES DE SIÃO


Projeto meteórico, lançado pelo então Pastor Aurílio Carneiro da Cunha, que fazia parte da igreja “O BRASIL PARA CRISTO” de Recife - PE. O projeto teve uma grande intenção de levar a igreja as praças, na intuição de evangelização em massa. Os Embaixadores de Sião, surgiram em meados dos anos 70 e chegaram e sacudir toda população da região local e até do Brasil em peso. O projeto foi uma criação da Familia Nery, que também faziam parte da igreja “O BRASIL PARA CRISTO”, o Pastor Aurílio Carneiro da Cunha, entrou fundo nesse projeto e financiou, fazendo o sucesso acontecer.

Embaixadores De Sião é na verdade um grupo evangélico Pernambucano, esse grupo que era um quarteto fez muito sucesso nos anos 70 e 80, e ganhou a simpatia tanto dos evangélicos como dos não-evangélicos, o fato curioso é que pela época era uma mega novidade, talves pelo uso de instrumentos que eram mais visto em grupos de rock, a revolução e a expansão dos quatros evangélicos que marcaram todos os tempos dos cánticos sagrados deixaram marcas que nunca mais deixaram de ser tocadas ou ouvidas e um dos maiores hits é o hino “Jesus é o Amigo da hora” e outros grandes sucessos que fizeram parte do melhor disco dessa faixa título…

Onipresente e excelso Deus; Jesus é o amigo da hora; Amor tão profundo; Castelos de areia; Vida nova; Outros dizem, outros vivem; O rosto de Cristo; A ascenção de Cristo; A raiz da salvação; O discurso do Rabi; Preciso.

O disco “Embaixadores De Sião - Jesus, o amigo da hora - 1977”, o primeiro desse grupo de Pernambuco, é um precursor do Rock, bem no estilo progressivo antigo e Jovem Guarda. recomendado por todos admiradores e fans dessa banda que com grande estilo, jamais foi esquecida! A música “O rosto de Cristo” é extremamente conhecida e cantada pelos cristões há anos.

Apesar dos Embaixadores De Sião, terem gravados poucos discos, e já ultrapassando três décadas, muitas pessoas ainda escutam e procuram os discos.

Os tão poucos foram apenas 3 LP's, que tiveram formações diferentes, o Pastor Aurílio Carneiro da Cunha, que era dono do grupo, chegou a dirigir os dois primeiros lançamentos.

A formação do grupo no primeiro disco, considerado o melhor de todos os discos da banda, e o mais revolucionário dos trabalhos evangélicos, lançados em plena ditadura militar, levando delírios para ambos públicos, chegando a vender muito mais do que o esperado, e é também o mais procurado até os dias de hoje.

Em nossa cidade existe remanescentes dos Embaixadores que permanecem firmes até os dias atuais liderados por Marcos Santos.


CINQUENTA ANOS DE MINISTÉRIO NO BRASIL
PASTOR LOU E IRMÃ FÉ WARKENTIEN

Verão de 1961. Lou e eu já éramos casados a sete anos. Nesse período já tínhamos dois filhos (David e Michael) e uma filha (Susan Carol). Éramos jovens, ambos com vinte e cinco anos de vida. A maioria dos nossos amigos cristãos e parentes pensava que éramos muito jovens e pouco inteligentes para saber o que estávamos fazendo. Todos... Com exceção de Dave Warkentien e Esther Warkentien, os pais de Lou. Eles nos deram 100% de apoio, incentivando-nos a abraçar o desejo missionário. Estávamos absolutamente certos de que Deus nos havia chamado para o Brasil. Tínhamos acabado o treinamento especializado para a vida missionária em uma escola no Texas. Enfim, estávamos à caminho do para o Brasil com a metade do apoio prometido daquilo que seria necessário para a realização de nossa missão. A partir desse primeiro passo de fé, avistamos constantemente a presença de Deus que nunca falhou nesses nossos 50 últimos anos de nosso ministério. Uma vez no Brasil, mais especificamente na cidade grande de São Paulo, em 29 de julho de 1961, logo descobrimos que não poderíamos encontrar uma casa para alugar dentro da nossa pequena renda. Ernie e Gen (Missionários) nos acolheram em sua casa ao chegarmos ao Brasil, por algumas semanas. Eles nos apresentaram ao casal Missionário Andrew & Jennie Mitchell. Logo recebemos deles um convite para mudarmos para uma pequena cidade Chamada Venda Nova em Minas Gerais com o intuito de trabalharmos com eles. Pr. Lou e o Missionário Andrew Mitchell fizeram uma viagem para Venda Nova a fim de verificá-la, voltando em seguida para São Paulo com a grande notícia: iríamos para Minas Gerais. Logo se passou um mês de nossa chegada ao Brasil. Receberíamos de ofertas o valor de $ 400,00 dólares (seria o maior valor que receberíamos em relações aos meses dos próximos anos). O casal Ernie e Gen estavam voltando para os EUA. Nos ofereceram e venderam alguns de seus móveis.

Antes de nossa chegada, o casal Mitchell encontrou duas moradias para nós. Uma das casas era usada como moradia de nossa família e a outra usamos como um berço para iniciarmos nosso ministério. Ficamos especialmente abençoados com a paixão desse casal para obter outros missionários para comunhão, muitos que estavam em campo pela primeira vez a aprender o português, assim como nós.

No ano seguinte, em 23 de junho de 1962, Deus nos abençoou com outro filho a quem demos o nome de James Mitchell, em honra da família Mitchell, casal que tanto marcou nossas vidas. Amamos realmente aquela bonita casa que Deus nos deu. Entretanto, as crianças não tinham espaço suficiente para brincar. Eu disse ao Senhor que eu estava muito satisfeita com a casa, mas perguntei se Ele nos daria um lugar com um grande quintal. Pouco tempo depois, alguns missionários pararam para uma visita e disse-nos de uma casa muito boa. Fomos capazes de alugá-la por apenas um pouco mais do que estávamos pagando pelas outras duas casas pequenas.

Em 17 de julho de 1963, foi o ano no nascimento de nosso filho Philip Daniel Warkentien. Tanto o nosso filho Felipe e nossa filha Susan, muitos anos depois, responderam ao chamado missionário. Depois de termos aprendido o suficiente do idioma Português, Lou começou uma Escola de Evangelismo Pessoal. Tivemos 10 alunos no primeiro ano. Eram-lhes ensinado o conhecimento básico da Bíblia e como testemunhar de Cristo. Lou incentivou-os a sair de porta em porta, naquela localidade e em outras cidades e aldeias.

Durante esse ano, cerca de 300 pessoas oraram com eles para receber a Cristo. Em Venda Nova tínhamos cultos semanais que eram realizados sob duas grandes árvores mangueiras em nosso quintal. O corpo da igreja foi formado e, eventualmente, fomos capazes de comprar um grande galpão e transformá-lo em um santuário para esses eventos. Lou, juntamente com alguns dos alunos, tinha um programa de rádio bilíngüe gospel que ia ao ar três vezes por semana a partir de uma estação localizada na cidade de Pedro Leapoldo. Abílio, um dos nossos alunos, que viveu em Pedro Leapoldo disse que mesmo um padre católico disse que ele gostava de ouvir os programas. Foi tão eficaz, porque muitos brasileiros apresentavam uma paixão para aprender Inglês e acabavam por ouvir o evangelho.

Uma outra personagem que fez parte de nossa trajetória missionária no Brasil foi a Missionária Nellie Murdock, a quem todos os missionários a chamava de "Tia Nellie". Ela teve sua própria maneira original de fazer seu ministério. Aqueles que a ajudaram em seu ministério logo aprendiam Inglês porque nunca Nellie tentou falar em Português. Ela tinha uma oficina onde ensinou dois filhos jovens como fazer e pintar placas do evangelho em gesso e enviou-os a lojas de livros em todo o Brasil. Andrew Mitchell (O fundador de nossa missão em EUA) esculpia à mão placas evangélicas de gesso originais e criava moldes para reprodução. Quando tia Nellie retornou aos EUA, ela deixou o ministério das placas para nós. Tivemos assim o compromisso de ensinamos aos nossos filhos a fazê-las e pintá-las. Mantivemos este ministério por quase 15 anos. Em 1964, sentimos que era necessário retornar para os EUA e buscar mais apoio. Paul Andrew nasceu em Port Hueneme, Califórnia, em 21 de fevereiro de 1965 e completou a nossa família de seis filhos.

Voltaríamos ao Brasil nesse mesmo ano e, em 1966, Lou sentiria que o chamado de Deus em direção ao Nordeste do Brasil. Bethany Fellowship of Minneapolis, Minnesota (Editora Betânia no Brasil), que tinha um grupo de missionários em Belo Horizonte, assumiu o nosso trabalho em Venda Nova e, eventualmente, construiu o prédio da Igreja realmente agradável. Eles também montaram uma impressionante loja no local e começaram a produzir livros de alta qualidade cristã, vendidos em todo o Brasil. Nós nos mudaríamos para Maceió, a Capital do Estado de Alagoas, na costa Nordeste do Brasil, com a intenção de fazer o ministério da mesma forma que tínhamos feito em Estado de Minas Gerais. Entretanto, encontraríamos ali grande hostilidade. Deus haveria de trabalhar grandemente com aquele povo, e, principalmente conosco.

Foi enquanto ainda estavam em Alagoas que Lou foi convidado para ser o Diretor Nacional do curso Luz da Vida. Alguns de nossos filhos continuaram a nos ajudar a pintar as placas gospel para as livrarias cristãs. Os outros nos ajudaram a corrigir as lições do curso Luz da Vida. Eventualmente, obtivemos uma impressora offset para imprimir-mos as lições. Milhares de lições continuam a sair gratuitamente de nossa sede no prédio ao lado da nossa Igreja Batista Pinheirópolis.

Em 1976, Mitchell e Jennie Zenna Pinkerton passou três meses conosco em Maceió. Jennie fez algumas viagens com Lou. Muitas vezes, ela via um grupo de pessoas na rua e dizia expressivamente: "Pare aqui Lou... tem algo que eu quero dizer a essas pessoas". Com Lou como seu intérprete, ela iria pregar o evangelho de maneira muito original tanto nas ruas e nas igrejas. Naquela época, Jennie já tinha mais de oitenta anos e ainda memorizava as escrituras, além de ler 20 capítulos por dia em sua Bíblia. Ela começou um clube para as meninas em nossa igreja que ela chamou de "Ruth Club".

Naquela época, viver em Maceió não era mais um lugar ideal para criamos nossos filhos. Influências externas à nossa família estavam causando a alguns deles a perca de sua alegria de ser cristãos. Em 1977, Hubert e Rachel Mitchell (os diretores de nossa missão nos EUA) nos visitou em Maceió, Alagoas. Lou tinha pregado, muitas vezes, na cidade de Caruaru, no Estado de Pernambuco. Desse modo, fomos convidados a mudarmos nosso ministério para essa cidade, o que faríamos no mesmo ano.

Nosso primeiro lugar para viver em Maceió era uma humilde casa feita de paus e barro sobre o gesso. Não tinha água corrente. Viveríamos depois disto em uma casa inacabada e em construção por 10 anos. Com a graça de Deus conseguimos vender nossa casa e construir uma nova em caruaru em apenas 11 meses.

Nossos três filhos mais velhos nos deixariam para viver nos EUA. Só o nosso filho mais novo, Paul, retornou ao Brasil em 1980 para terminar o seu segundo grau na Academia de Fortaleza, Ceará. Ficamos com o ninho vazio.

Phil voltou ao Brasil em 1982 depois de terminar seus estudos em Kansas City. Ele conheceu Rita, enquanto faziam um outro curso no Instituto Palavra da Vida perto de Recife, Pernambuco. Eles se casaram em 27 de julho de 1985 (26 anos atrás). Foi ordenado pela Denominação Batista Brasileira e instalado como o pastor sênior da Igreja Pinheirópolis que começamos juntos à 18 anos atrás. Nos dias 13,14 de agosto de 2011 os membros estarão comemorando o 16 aniversário como uma igreja organizada.

No ano de 2004 o Pastor Lou Warkentien recebeu o titulo “Cidadão de Caruaru” pela câmera dos Vereadores. Por estarmos envolvidos em uma variedade de ministérios durante os 30 anos que vivemos em Caruaru. Pr. Lou pastoreou três diferentes igrejas em Caruaru (Ig. Congregacional Vale da Benção na Vila Kennedy; Ig. Batista Memorial na COHAB 1, e a Ig. Batista Pinheirópolis) e ajudou a iniciar a Associação Ministerial local, que continua ativa desde a sua fundação, a cerca de 28 anos atrás. Vendemos nossa casa em Caruaru para uma igreja em Seattle, WA. Ela está sendo usada como base para um projeto de missões em que grupos são enviados para o Brasil para exercer os mais diferentes ministério. Nós nos mudamos para Wichita, KS em 2006, mas continuamos a ir para o Brasil a cada ano para exercer nosso ministério por várias semanas. Este ano vamos estar lá desde 09 de agosto até 22 de Setembro ficando em nossa antiga casa; aquela que vendemos.
Que toda a glória seja dada ao Deus que servimos por todas as boas realizações até agora. Foi, com certeza, um grande privilégio sermos vasos de honra através do trabalho do Espírito Santo em nossas vidas, Amém.

Isaías 26:3,4 “Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. Confia no Senhor perpetuamente, porque o Senhor Deus é uma rocha eterna;”

Pastor Lou e irmã Fé Warkentien

Obs. envie a história de sua igreja ou ministério com fotos para presentia@ibest.com.br

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...