terça-feira, 1 de agosto de 2017

Mega culto reúne 200 igrejas e intercede pelo Brasil

O mega culto realizado por igrejas evangélicas de toda Curitiba e região metropolitana na Arena da Baixada encerrou a Semana do Avivamento, quando igrejas de toda a cidade se reuniram para a realização de cultos e atividades sociais, incluindo arrecadação de doações para a Fundação de Ação Social (FAS) da prefeitura, além de mobilizar evangélicos para fazerem cadastro para a doação de órgãos e de medula óssea.
Segundo a organização, todos os 50 mil ingressos do encerramento foram vendidos. Contudo, nem todos compareceram. Mesmo assim, os 43 mil fiéis que foram até o estádio do Atlético Paranaense foi o maior culto público no local, quase superando as 45.207 pessoas que estiveram ali para o UFC 198, no ano passado
Para efeitos de comparação, a Marcha para Jesus em Curitiba atrai cerca de 150 mil participantes, mas é considerado um movimento.
A partir das 18h do sábado (28), teve início o evento religioso, que também teve conotações políticas. Logo no início, um dos pastores no palco principal pediu que s fiéis levantassem um folheto com as cores da bandeira do Brasil. Foi realizado um momento de intercessão pelo país, enquanto uma bandeira sobreposta por um enorme “Jesus” era projetada no telão.
O líder religioso explicou que era preciso orar por justiça para que “Jesus tocasse no coração dos governantes” e “o brasileiro voltar a andar de cabeça em pé”. A página do movimento MUDE, ligado aos investigadores da Lava Jato postou fotos do evento, dizendo que houve um momento de se declarar apoio à operação.

Unir as pessoas

O estudante Eduardo Schultz, 17 anos, foi com familiares para participar do culto. Ele diz ter se emocionado. “Nunca tinha visto algo assim. É a minha primeira vez aqui, então vir e ver algo desse tamanho e com essa animação é inexplicável. É diferente”, ressalta. Para a pedagoga Marinalva Starerraud, 42 anos, o diferencial de um culto desse tamanho é o contato com outras pessoas. “Unir pessoas de todas as idades e diferentes igrejas é algo maravilhoso”, acredita.
Seu esposo, o corretor Geraldo Starerraud, de 52 anos, conta que nunca viu a Arena tão cheia. “Estive aqui durante a inauguração da grama sintética [em fevereiro de 2016] e a quantidade de pessoas era bem menor. Dessa vez, até o campo está lotado”, lembra. 
gospelprime
por Jarbas Aragão
Com informações Tribuna PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...