sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Tracy Trinita, ex supermodelo, abandona carreira e se torna evangelista: “Deus me transformou”

A supermodelo Tracy Trinita, 35 anos, fez carreira e fama desfilando para as principais grifes de luxo do mundo. Indonésia, ela começou a carreira aos 14 anos de idade, ao vencer um concurso internacional. Hoje, convertida, ela mesma se descreve como “pregadora do Evangelho”.
Tracy Trinita, ex supermodelo, abandona carreira e se torna evangelista: “Deus me transformou”
O glamour do mundo da moda iludiu a então adolescente, que mergulhou na oportunidade de fazer dinheiro usando a beleza para apresentar roupas nas passarelas. “Eu pensava quanto mais dinheiro eu tivesse, mais feliz eu seria. Então eu procurei na vida de modelo a minha felicidade, deixando para trás os meus amigos e a minha família, e viajei para Nova York”, conta Trinita, que ao longo de sua carreira, desfilou para estilistas como Yves Saint Laurent, Jean Paul Gautier, Kenzo e Benetton em Paris, Milão, Nova York e outras grandes metrópoles.

A partida de sua terra natal representou um rompimento duro para a modelo: “Eu tive que crescer tão rapidamente… Eu ainda estava brincando com bonecas em casa, e de repente eu tinha que me comportar como uma adulta”, afirmou, de acordo com informações do Christian Post.

O ambiente de bastidores do mundo da moda, formado por muitas festas e abuso de drogas e álcool – exatamente como apresentado na novela global Verdades Secretas – causou um grande conflito interior a Trinita, que passou a notar que aqueles que viviam pela fé expressavam maior felicidade.

Essa constatação, no entanto, a levou a outro conflito, pois havia crescido em um ambiente pluralmente religioso, com familiares muçulmanos, católicos e protestantes. Aflita, clamou a Deus: “Por favor, se revele a mim”.

A resposta da oração veio em Paris, quando uma colega a convidou para um culto: “Deus ligou uma ponte ao meu coração e à minha mente. Senti, verdadeiramente, o meu coração sendo consolado e um amor como eu nunca havia sentido antes”, relatou.

Tracy Trinita foi além ao contar seu testemunho e disse que teve a convicção de sua fé ao sentir o cuidado divino por ela: “Se Jesus não fosse real, então como eu poderia ter me sentido tão incrivelmente amada? Eu sabia que a falsa felicidade era a que o mundo da moda me oferecia, mas essa felicidade era verdade. Ela estava fora do meu poder e Deus me transformou”.

De volta ao país de origem, Trinita vive em Jacarta, e atua, como ela mesma descreve em seu perfil no Instagram, como pregadora da palavra: “Uma garota tropical salva por Jesus Cristo”. Como evangelista do ministério itinerante Ravi Zacharias Internacional (RZIM), ela sugere: “Pregue a palavra, alcance o mundo”.

folhagospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...