sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Pastor é preso após embolsar R$ 1,5 milhão

Pastor foi preso após investigações da Polícia Civil apontarem que ele havia aplicado golpes em fiéis da congregação em Divinópolis
Diego Henrique / Portal Centro Oeste
Um pastor da igreja Pentecostes Independente foi preso após investigações da Polícia Civil apontarem que ele havia aplicado golpes em fiéis da congregação em Divinópolis, cidade do Centro-Oeste de Minas. O inquérito demonstrou ainda que o suspeito chegou a embolsar R$ 1,5 milhão dos seguidores evangélicos. Ele foi apresentado na tarde desta quinta-feira (1º) em Divinópolis.
O dirigente da igreja identificado como Arlem Silva Amaral, que estava desaparecido desde o dia 12 de junho, foi encontrado na cidade de Corinto, na região Central do Estado, por investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Divinópolis.
Segundo informações da Polícia Civil, em Corinto, ele vivia com sua mulher e havia aberto um bar. Não haviam suspeitas de que era um pastor evangélico.
A Polícia Civil chegou até ele após denúncias de seus desaparecimento. A princípio o caso foi tratado como homicídio, porém, as investigações apontaram que ele havia aplicado um golpe em fiéis. O valor levados nas transações comerciais não foram localizados.
Ainda segundo a Polícia Civil, o pastor usava da credibilidade que tinha com os seus seguidores para vender ilegalmente, imóveis que pertenciam a um projeto chamado “Somos Amados”. As investigações mostraram que Arlem não tinha a autorização da diretoria da instituição para realizar a comercialização dos bens.
Após prestar depoimento o suspeito foi encaminhado para o presídio Floramar, em Divinópolis.
minasgerais.ig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...