domingo, 5 de julho de 2015

Fé e ciência andam juntas, diz o cientista Luiz Pianowski

Dr. Pianowski
Fé e ciência coexistem e apesar de muitos estudiosos confrontarem as duas áreas, cada vez mais encontramos cientistas cristãos que não negam suas crenças em Deus e nem encontram motivos para desistir da fé.
Entre esses profissionais encontramos o pesquisador e farmacêutico Dr. Luiz Pianowski que acredita que a própria ciência vai mostrando tudo o que Deus fez e faz.
“Gosto muito de uma frase atribuída a Einstein: ‘Cada descoberta nova da ciência é uma porta nova pela qual encontro mais uma vez Deus, o autor dela'”, disse.
Mas assim como outros cientistas cristãos que são ativos em suas áreas, ele nota que há um preconceito velado com aqueles que não deixam a fé e os mais radicais chegam até a criticá-los.
Conviver com esses diferentes é possível, assim como realizar um trabalho científico que pode mudar a medicina como tem feito o Dr. Pianowski que trabalha no Laboratório Kyolab. Atualmente a equipe de brasileiros tem trabalhado em um medicamento que pode ajudar na curar a Aids.
Confira a entrevista exclusiva dada pelo farmacêutico ao Gospel Prime:
Fé e ciência andam juntas, diz cientistaO debate entre cientistas e religiosos muitas vezes são opostos, por outro lado vemos cada vez mais estudiosos se posicionando como cristãos. É possível fazer com que a ciência e a religião coexistam?
Dr. Luiz Pianowski: No meu entender elas já andam juntas. O que acontece é que temos muitos cientistas cristãos que temem se declararem. Eu entendo que a questão não é fazer com que eles coexistam e sim, deixar que a própria ciência vá mostrando tudo o que Deus fez e faz de uma maneira ou outra. Gosto muito de uma frase atribuída a Einstein: “Cada descoberta nova da ciência é uma porta nova pela qual encontro mais uma vez Deus, o autor dela”.
Como a comunidade científica enxerga esses profissionais que, assim como o senhor, se afirmam como cristãos? Existe preconceito?
No meu caso sinto um preconceito velado por parte de alguns, porém nunca fui atacado pela minha fé. Inclusive como costumo levar a palavra em muitas igrejas fora e dentro do Brasil, alguns dizem que gostariam de ter essa mesma fé.
Trabalho com cientistas ateus e muitas vezes eles tentam me dizer: “nada de falarmos sobre Deus”, mas com o passar do tempo e da convivência surgem perguntas sobre minha fé, espaço que uso para falar do amor de Jesus.
Não tem como não citar o cientista contemporâneo Francis Collins que foi diretor do projeto genoma mundial, cientista renomado e que embora receba criticas, é cristão e inclusive escreveu o livro “DNA a Linguagem de Deus”.
Claro que radicais tentam criticar, mas como acreditar que o Universo surgiu do nada do vácuo? Escrevi um artigo no meu blog intitulado: “Vácuo- o vazio cheio de nada”. E desse nada, surgiu a teoria do Big bang. E aí, quando eu penso que do nada houve uma explosão e dela surgiu o universo e que só na via láctea temos mais de 300 bilhões de estrelas, a tendência é parar para pensar e isso inevitavelmente nos leva a pensar num criador.
gospelprime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...