segunda-feira, 2 de março de 2015

Cyelen Veloso - Não sirvo ao deus do acordo

Todos os dias selamos vários acordos mesmo que involuntariamente.  
Sabe como?  
Pagamos pelo pão da padaria, pagamos uma taxa para que alguém nos leve de um lugar a outro, cumprimos horários a fim de termos um salário no final do mês, trocamos favores... e por aí vai. No meio de tanta troca acabamos acostumados a depender de algo para que outra coisa se realize. Isso é absolutamente normal se visarmos a necessidade de sobrevivência e o velho ditado de que uma mão lava a outra.

No entanto, existe uma falha quando isso é levado para o nosso âmbito espiritual. Ficamos tão acostumados em conquistar o que queremos por um agrado o outro que achamos que com Deus é a mesma coisa. Desde a época de Moisés, as pessoas passaram a acreditar que a manifestação de Deus na vida humana se dá quando fazemos algo por Ele, com isso haviam os sacrifícios, as indulgências, o trabalho voluntário, a negação de si mesmo pela obra e o que vemos hoje em dia são negociações com dízimos e ofertas.

É claro que nós, cristãos, temos uma responsabilidade com o social, devemos ajudar o próximo, contribuir para o crescimento do Reino através de nossas igrejas. No entanto, não é isso o que fará Deus olhar para você.

Deus é Soberano e Seu poder está acima de qualquer lógica humana, logo, Ele não necessita de nós. Vejo por aí muitas pessoas aflitas achando que vai perder a benção do Senhor ou até mesmo a salvação caso não entregue suas ofertas ou caso não sacrifique seus dias para estar em um campo missionário, quando na verdade esses atos são apenas conseqüência espiritual.

Deus não é humano para que necessite de algo vindo de nós para que a Sua vontade seja manifestada e Ele não está ocupado contabilizando nossas obras para se manifestar, a única coisa que impede ou não a maravilhosa Graça se cumprir é o tempo de Deus. Tudo acontece no seu devido momento, basta confiarmos em Sua Soberania.

Portanto, não vamos nos enganar com falsas ideologias de que precisamos fazer acordos com o Pai para que possamos experimentar Sua Glória, as coisas que fazemos por Ele são unicamente um ato de gratidão e reconhecimento de que somos submissos ao Seu Poder. 

Deus quer um coração sincero, livre de interesses com o único intuito de amar a Ele acima de todas as coisas.

Isso, querido irmão, é experimentar a Graça de graça.

Cyelen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...