sábado, 3 de janeiro de 2015

Em seu discurso de posse, a presidente reeleita Dilma Rousseff fala de Deus, fé e oração

Em seu discurso de posse, a presidente reeleita Dilma Rousseff fala de Deus, fé e oraçãoNa última quinta-feira (1°) a presidente reeleita Dilma Rousseff e seu vice Michel Temer foram empossados em cerimônia oficial no Congresso Nacional. Durante seu discurso de posse, que durou 44 minutos, Dilma afirmou que seu novo mandato terá como prioridades a educação e o ajuste de contas públicas. Ela também falou sobre Deus, milagres e oração.
Durante sua fala, a presidente falou sobre sua trajetória política, lembrando de quando participou das guerrilhas contra o regime militar, e afirmando que não guarda revanchismos dessa época, mas que recebeu de Deus um coração cheio de amor pelo Brasil,
– Deus colocou em meu peito um coração cheio de amor pela minha pátria. Antes de tudo, o que a música cantava, um coração valente, não é que a gente não tem medo de nada, a gente controla o medo. Um coração que dispara no peito com a energia do amor, do sonho e, sobretudo, com a possibilidade de construir um Brasil desenvolvido – afirmou Dilma Rousseff.
Em tom messiânico, ela afirmou também que seu governo tem a chave para vencer todas as dificuldades do país. Segundo a presidente, essa chave estaria resumida em sua oração em que afirma “realizar o impossível” e “deixar os milagres para depois”.
– Eu não tenho medo de proclamar para vocês que nós vamos vencer todas as dificuldades, porque temos a chave para vencê-las, vencer todas as dificuldades. Esta chave pode ser resumida num verso, e esse verso tem, de uma certa forma, sabor de oração, que diz o seguinte: “O impossível se faz já; só os milagres ficam para depois” – resumiu Dilma Rousseff.
Folha Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...