segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Adiel Ferreira - FOI COMO UM SONHO

Pessoal... essa noite fui dormir muito tarde, acordei muito cedo e fiquei cafifando cá comigo... eu tive um sonho...
Eu chegava num canto... tinha um mói de gente.. gente das antigas e gente das novas. Tudo juntim.
Uma pracinha, os véi e o novim tudo dando risada, contando estórias, chupando picolé... Tava minha mãe, minhas irmã, meus fí, meus neto, minha mulé... Mas era uma coisa leveee.... e eu espiando de longe.
Depois entraram tudim num buraco escuro... sentaro tudim numas cadeiras azuis...
Lá dentro tinha um palco, mas reparando bem era uma pracinha. E eu espiando de longe...
Deu uma brechinha na luz... vixxx tinha bateria, guitarra, baixo, microfone... espiei de lado vi uma zabumba, uns pratos, um trinagulo, uma sanfona, uns chapéus de couro, daqueles de Luiz Gonzaga, ai eu pensei... VIXXXX MURRI !!! e agora tô no céu. Mas... e esse povo todo, morreu também?
Eu disse vou me chegar junto, Vou lá... Peguei uma moto, chamei Lindenberg Roseno, ele amuntou na motona e eu disse vamo lá ver isso de perto! Mas ir pro céu de moto? mas vamo assim mermo. Agente imburacou lá de moto mermo porta a dentro, só num cheguemo no palco, móde uma ecada que tinha. Num era o céu... era só uma amostrinha....como vai ser.
Fomo direto pro palco, lá junto da elite... Berg já foi cantando com Jonathan um negocio la que eu não entendi nada, mas foi bunito. Sentei na pracinha, tentava espiar pro povo e num via nada... aquele trosso de olofóte nos meu zói e o povo na platéria só me vendo. Eu pensei... tô num céu não... mas tô em casa.
Entrou uma banda de mininos pra tocar rock, daqueles que eu tocava nos anos 80. Mas os meninos que tocaram num eram nem nascidos na época. Fizeram bunito, era a Banda Estação 7, eu pensei... acho que vieram de trem. Depois entro o Nabhi... caracas..... Nabhí? Tiba, Jóia, etc etc? foi um espetáculo. Mas aí Tiba resolve tocar na ferida aberta... ele cantou Casinha...(Rebanhão) e entra a Banda de Pífanos, com flauta, zabumba, prato, chapéu de couro e tudo mais. Eu disse Marminino... tô em casa não!!! murri mermo.... isso é o céu.
Berg canta com Tiba... E Por Falar de Paz...
Pastor Omar é chamado pra fazer a oração final, que mais pareceu uma poesia, orou sentadim no chão, feito um minino...
No fim Paulo Nailson com sua inesgotável sabedoria, chama todo mundo pro palco.
Parecia uma toca de coelho... saindo um por um... num sei se era coelho ou dinosauro... (sabe como é essas coisas de senho), veio tudim, Carlinhos Gouveia, Ari, Sandrinho, Edu Testinha, Serginho, Jaelcio, se ajuntaram com quem ja tava no palco pra cantar: Baião!!! (Rebanhão) junto com o pessoal da banda de pífano!!! foi o ponto alto, encerramento, lembranças, saudades, lágrimas, sorrisos, emoções e gostinho de quero mais.
Vai ter denovo? Só Deus sabe... ocês sabe como é esse negócio de sonho... num sei se acontece denovo, mas nóis queria.
Quem foi sabe como foi o sonho... mas pra quem não foi ta aí o relato.

Acordei com isso na cabeça e fui olhar minha máquina fotográfica. Num foi um sonho... tava tudim lá, vou clocar as fotos aí pra vocês verem que eu num tô mintindo.
Mas savexnaum... vamo editar tudim, som e imagem e vamos fazer um DVD.

Senti falta de muita gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...