quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

ESPECIAL DE NATAL - Jário Carlos

NO NATAL DE JESUS, FAÇA METANÓIA!

No oriente cristão, contudo, a reconciliação com Deus tem sido experimentada de forma um tanto distanciada da ênfase judaico-ocidental na realidade do pecado, ainda que considere positivamente o caráter do arrependimento e um tanto negativamente as penas impostas pela penitência. Sua proposta é essencialmente litúrgica e ascética e tira do foco o conteúdo moral entrevisto por judeus e latinos.

Metanóia, eis a palavra que define, para o cristão ortodoxo, a proposta de arrependimento e a forma de penitência. Esta palavra grega é composta pela preposição ‘meta’ que é traduzida em nossa língua pelo prefixo ‘trans’ (idéia de mudança de estado) e o substantivo ‘nóia’, derivado de ‘nous’, que significa ‘mente’ ou ‘espírito’.


Isso nos conduz ao caminho da mudança, não simplesmente de comportamento. Isso nos introduz em uma via de transformação que implica na renúncia do nosso tempo e atenção para um envolvimento cada vez mais intenso com a liturgia da Igreja.

A metanóia é a mudança da vontade, a libertação das paixões e a aquisição do amor, cujas fontes estão na graça sacramental dispensada, primordialmente, na liturgia e mantida constantemente na oração, nos jejuns, nas esmolas, das quais a metanóia é a porta.

Pe. Jario
Paróquia Ortodoxa Sérvia de 
São João Crisóstomo e Santo Antônio, o Grande

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...