sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Entrevista com Anderson Freire

Como foi a agravação do primeiro CD solo?
Na verdade esse CD era para ter sido gravado há quatro anos. Assim que a gravadora me descobriu como compositor, me lançou uma proposta para gravar. Falei com a presidente que eu não poderia entrar em estúdio sozinho, eu e meus irmãos tínhamos uma banda. A presidente me fez outra proposta. Ela gravaria minha banda e após quatro anos eu lançaria meu primeiro trabalho solo. A galera ficou feliz demais da conta. Hoje toda minha família está na MK Music.
Sabemos que o Espírito Santo nos dá a inspiração para compor. Quais os momentos e como nascem as suas composições?
Tudo começou quando eu completei 18 anos. Eu estava dentro de um estúdio gravando jingles e vinhetas, quando percebi que tinha capacidade e habilidade para criar anúncios para rádio, eu pensei em usar isso a favor do Reino de Deus. Comecei a orar e a escrever minhas conversas com Deus, meus momentos de alegria em Sua presença, meus temores, medos, minhas falhas... A partir de então, comecei a compor. Aos 21 anos de idade eu fiz minha primeira canção, que é “Lágrimas”. Após isso eu parei de compor, retornando aos 26 anos de idade, quando a Cassiane me descobriu em Cachoeiro (ES), me apresentou a Jozyanne, Aline Barros. E desde então, venho escrevendo muitas canções. Todas são experiências vivenciadas por mim, nos momentos de dores, quando eu estou em meio às lágrimas.
A música ‘Coração Valente' foi selecionada para fazer a estréia do álbum nas rádios de todo o Brasil. Como essa canção nasceu?
Meu pai era alcoólatra, dava muita vergonha para a nossa família. Minha mãe queria mudar de vida, quando passou em frente a uma igreja e disse que ia aceitar a Jesus. Quando eu percebi que minha mãe conseguiu criar cinco filhos na presença de Deus, sem se desviar do caminho do Senhor, eu escrevi essa canção. Ela só tinha uma sabedoria, confiar em Deus. Essa música é para minha mãe, é dela.
Você é uma das vozes mais expressivas e um dos compositores mais requisitado do segmento gospel. Como você se sente vendo as suas composições sendo interpretadas por grandes nomes da musica gospel como: Aline Barros, Bruna Karla, Fernanda Brum e Ana Paula Valadão?
Maravilhado, encantado. Deus está no controle de tudo, é Ele quem me faz compor essas letras abençoadas. Têm acontecido coisas lindas, eu preciso orar mais, eu sei que é o momento de empolgação, mas tambem sei que é Ele quem está no comando. Então todas as composições são frutos de uma constante busca e intimidade com Deus. Às vezes nós achamos que estamos bem com Deus e é ai que devemos então pensar e dizer 'se está bom pode ficar melhor ainda'.
Estas preparando alguma novidade?
Muitas estão por vir. William Nascimento vai gravar “Sete trombetas”, uma canção que Deus soprou ao meu ouvido. Nos próximos CD’s das cantoras Elaine de Jesus e Aline Barros terão composições minhas. No novo álbum da Bruna Karla, eu vou fazer uma participação. Eyshila nesse último CD também gravou composições minhas. Ah! O Anderson Freira também vai lançar um novo CD, aguardem, pois vem muitas novidades (risos).
É sua primeira vez em Teresina. Gostou da recepção do povo de Deus, do calor e da cajuína da nossa querida terrinha?
Calor? Eu nem senti, pois a simpatia, o sorriso dessa galera me descontraiu bastante. A cajuína ta aprovada, viu?
fiel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...