sexta-feira, 7 de novembro de 2014

HISTÓRIA DO REBANHÃO - parte 3


"Rolou o mundo. Percorreu vales de fundos sulcos. Andou errante, achou O Caminho, o mostrou a quantos pode. Sem grilhões. Se foi livre. Este foi Janires". 

Janires sentiu em seu coração que o seu Ministério seria agora em Belo Horizonte-MG, deixando portanto o Rebanhão, vindo a ser promovido pelo Senhor alguns anos depois partindo repentinamente num acidente de ônibus.

Mas o Rebanhão continuou e em 1985 lançou o seu 3º LP,"Semeador".
 
A grande vitória veio com o Show de lançamento do LP "Novo Dia" no Canecão, com lotação esgotada e várias pessoas voltando para casa sem conseguir um ingresso. 

Este Show foi pioneiro e abriu espaço para outras bandas evangélicas em casas de Show seculares.

Depois deste evento se intensificaram as viagens pelo interior e principais capitais do País e este Ministério ficou conhecido pelo Brasil inteiro. 

O Rebanhão não para. Em 1989 lança seu 5º LP, "Principio", e mais uma vez em uma casa de Show onde nenhum grupo evangélico havia ainda tocado "Rio Sampa".
Depois disso, houve a saída do Tutuca (Baterista) e o Rebanhão contou com a participação no novo LP "Pé na Estrada" do baterista Serginho Batera. 

Em 1991 Carlinhos Félix cumpre seu desejo de criança e resolve dedicar-se a carreira solo, deixando o grupo. 

Em 1992 foi a vez de Paulinho Marotta que foi morar em Belo Horizonte devido a sua carreira profissional de Engenharia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...