sexta-feira, 31 de outubro de 2014

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE - Descoberta Igreja que abrigou os primeiros Cristãos


Por Rula Samain

AMÃ - Debaixo da Igreja de Saint Georgeous em Rihab, Mafraq, encontra-se o que arqueólogos descrevem como a primeira igreja cristã no mundo. "Descobrimos aquilo que consideramos ser a primeira igreja do mundo, datada de 33 d.C a 70 d.C", disse o arqueólogo Abdul Qader Hussan, chefe do Centro de Estudos Arqueológicos de Rihab.
A descoberta foi "surpreendente", disse Hussan ao jornal ”Jordan Times”. "Temos provas que nos permitem acreditar que esta igreja abrigou os primeiros cristãos: os 70 discípulos de Jesus Cristo", acrescentou o estudioso. Os primeiros cristãos, descritos numa inscrição de um mosaico do piso da igreja de Saint Georgeous como "os 70 bem amados pelo Divino Deus", teriam fugido de Jerusalém, durante a perseguição aos cristãos, dirigindo-se para o norte da Jordânia, especialmente para Rihab, segundo declaração do arqueólogo. Citando fontes históricas, o especialista disse que os 70 viveram e praticaram seus rituais em segredo nesta igreja subterrânea. ”Nós acreditamos que eles não deixavam a caverna e lá viveram até a religião cristã ser liberada e abraçada pelos governantes romanos, ocasião em que a igreja de St. Georgeous foi construída”, disse também Hussan. Saint Georgeous é considerada como o mais antigo templo cristão do mundo, tendo sido edificado em 230 d.C. Este prvilégio só é contestado por uma igreja descoberta em 1998, em escavações em Aqaba, também remontando ao séc.3º d.C. Objetos encontrados em escavações no cemitério próximo à caverna de Rihab oferecem indícios valiosos, de acordo com Hussan. "Encontramos artefatos de cerâmica, datados do 3º ao 7º séculos", acrescentou. As descobertas mostram que os primeiros cristãos e outros seguidores que se juntaram a eles continuaram vivendo na região até depois do domínio romano. "Descendo um pouco na caverna, encontramos uma área circular, que acreditamos ser a abside, e vários assentos de pedra para os eclesiásticos", acrescentou.

O arquimandrita Nektarious, bispo adjunto da Arquidiocese Ortodoxa Grega, descreveu a descoberta da caverna como um "marco importante para todos os cristãos do mundo".

A única outra caverna semelhantes em forma e finalidade no mundo encontra-se em Tessalônica, na Grécia," disse o bispo em entrevista em Amã. Ela também comporta a área onde viviam primitivos cristãos.
Em Saint Gergeous, “uma parede com uma entrada é a única coisa que separa o altar da área em que habitavam os cristãos", disse Hussan. Existe também um profundo túnel, que se acredita levava os 70 cristãos a sua fonte de água, acrescentou o arqueólogo. Funcionários do governo em Mafraq dizem que vão capitalizar a descoberta para promover ainda mais a região. O governador Zeid Zreiqat afirmando que Rihab é rica em sítios arqueológicos incomparáveis, disse que juntamente com a nova descoberta, esses sítios podem ser aproveitados para atrair turismo religioso.

“Estamos trabalhando para tornar Rihab uma importante atração turística no futuro próximo", disse ele ao “Jordan Times”. Até agora, 30 igrejas primitivas foram descobertos em Rihab ", afirma o arqueólogo Hussan.“Também se acredita que o próprio Jesus Cristo e a Virgem Maria teriam passado por esta região”, ele ainda acrescentou.

Fonte: Jornal Jordan Times

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...