quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Pr. José Ordônio - UM ÍDOLO CHAMADO BOLA - I

Brasil e Croácia deram abertura ao maior espetáculo do planeta terra. O
Órgão organizador, a FIFA (Federação Internacional de Futebol) têm como presidente Joseph Blaitter. Ele dita as regras e o mundo futebolístico, as cumpre sem restrição alguma. 

O jogo estava predeterminado pra começar ás 17h horário de Brasília, embora tenha começado com três minutos de atraso. O seguimento religioso deveria tomar algumas aulas com a FIFA. Isto é, aulas direcionadas a pontualidade. 80% dos terráqueos encontravam-se diante de bilhões de televisores, na expectativa de ver a bola rolar. 22 jogadores esperavam a maior autoridade no campo, com o seu apito dar inicio a partida oficialmente. 

Não foi no pretérito, não é no presente e não será no póstero; é errado ou pecado assistir uma partida de futebol? 

Meu questionamento vai na seguinte direção. O seguimento religioso está dando prioridade as coisas sazonais-transitórias.

Entrevistei muita gente de diversos seguimentos: Médicos, radialistas, irreligiosos, pastores, e pessoas simples. A pergunta era esta: 

- "suponhamos que o Brasil, na busca do hexa fosse disputar com a Alemanha, buscando o penta, esta decisão fosse na hora do culto na sua igreja? Reunião no seu centro, fosse na hora da missa? O que você faria? 

Veja as aberrações das respostas: 

Disse-me o médico: se eu não estiver operando irei ao jogo. 
Respondeu o espírita: Irei a minha reunião, que é mais importante. 
Disse-me o evangélico: quem danado vai à igreja. 
Disse o católico: para mim a missa é mais importante. 
Responde o pastor: Vou transferir o culto para outro horário. 
Resposta de um padre: estarei na minha igreja para celebrar a missa.

Gostaria de fazer uma tipologia entre o "ídolo chamado bola e o Papa Francisco". 

O atual Papa tem 14 milhões de seguidores no Twitter. 

O ídolo chamado bola tem 6 bilhões de seguidores em todo o planeta terra. 

Veja que o ídolo chamado bola atrai para si pessoas de todas as religiões para vê-lo rolar no gramado, demos primazia as coisas de cima, como diz a palavra de Deus, "não ao ídolo chamado bola".

José Ordônio
é pastor da Batista Bíblica
Jardim Liberdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...