sábado, 1 de março de 2014

‘Desprezo ao sofrimento do povo’ faz Justiça suspender Carnaval no Ceará

A Justiça do Ceará determinou na terça-feira (25) a paralisação dos preparativos de um evento de Carnaval na cidade de Santa Quitéria, no interior do estado. Segundo a assessoria de comunicação do Ministério Público do Ceará, o evento chamado Carnaquitéria 2014, custaria R$ 400 mil aos cofres públicos.
De acordo com a decisão do juiz José Valdecy Braga de Sousa, o prefeito e o secretário de Cultura da cidade estão proibidos de fazer qualquer pagamento referente ao evento com verba pública. Também foram proibidas a divulgação do Carnaquitéria em meios de comunicação e redes sociais e a realização de qualquer serviço referente ao evento por parte da empresa que venceu a licitação para esse fim. Caso a decisão não seja cumprida, o município será multado em R$ 100 mil por dia.
Evento ‘abusivo’
A motivação para o posicionamento da Justiça veio depois de uma ação do Ministério Público do estado, que considerou ser “abusivo e incompatível com a realidade do sertanejo” o gasto de R$ 400 mil, que seriam utilizados na estrutura do evento e no pagamento de bandas de forró. Antes disso, os promotores de Santa Quitéria já haviam recomendado à prefeitura que revogasse a licitação e os contratos para o Carnaquitéria, mas não foram atendidos.
Em declaração oficial, o promotor Déric Funck Leite afirmou que “o gasto desenfreado de dinheiro público com bandas de forró, por si só, já salta aos olhos no trato da coisa pública, vez que a quantia tão elevada para a realização de um evento carnavalesco frente às demandas sociais de um município pobre do sertão, soa como afronta e desprezo ao sofrimento do sertanejo cearense”.
UOL/VERDADEGOSPEL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...